Fato ou fake: Mitos e verdades sobre luvas de proteção

O “novo normal” pós-pandemia de coronavírus vai exigir um cuidado maior por parte de profissionais de todas as áreas. Muitos vão começar a aderir ao uso de luvas de proteção e outros vão redobrar a atenção na utilização deste Equipamento de Proteção Individual (EPI).

Confira alguns fatos e alguns mitos sobre a utilização de luvas de proteção:

Luvas descartáveis proporcionam maior custo-benefício: FATO

As luvas reutilizáveis, aquelas de borracha que você encontra nos supermercados, podem parecer mais econômicas, mas não se engane: o desperdício de água e material para higienizá-las após sua utilização acaba pesando na conta. Além disso, é necessário despender de mais tempo para fazer essa higienização, que poderia ser usado para continuar o fluxo de trabalho.

Quando você utiliza luvas descartáveis não precisa investir tempo nem recursos hídricos, basta utilizar e descartar da maneira correta. Ou seja, muito mais praticidade para seu dia a dia.

O uso de luvas substitui a higienização das mãos: FAKE

Mesmo com as mãos protegidas pelas luvas, é necessário sempre higienizá-las antes e depois de utilizar o EPI. Uma boa lavagem com água e sabão ou álcool gel 70% é essencial mesmo com o uso de luvas.

Luvas reutilizáveis de borracha podem proliferar bactérias: FATO

O uso constante de uma luva reutilizável pode acabar causando a proliferação de bactérias, fungos e vírus. Se o usuário entrar em contato com um desses agentes externos e a higienização interna e externa não for feita corretamente, a tendência é que os microorganismos patológicos se instalem na luva e se reproduzam.

Com as luvas descartáveis você evita este problema, elas são de uso único.

O pó usado nas luvas da Supermax causa alergia: FAKE

O pó presente nas luvas da Supermax é o amido de milho. Ao não ser que você tenha alergia especificamente ao amido de milho, ele não lhe causará nenhum tipo de irritação. O que realmente causa alergia é o látex e outros compostos químicos presentes nas luvas. O pó atua como um condutor, fazendo com que as mãos tenham ainda mais contato com o látex.

Para resolver este problema a Supermax tem em seu portfolio luvas Powder Free com baixíssimo teor de látex e também nitrílicas (fabricadas em borracha natural, portanto sem látex).

Luvas de látex possuem mais elasticidade que as de nitrilo: FATO

As luvas feitas de látex possuem mais elasticidade do que as de borracha nitrílica, mas não quer dizer que possuem mais ou menos qualidade e resistência. Esse é um fato ligado apenas à composição do material.

Agora que você já sabe alguns fatos e mitos sobre as luvas de proteção, conheça todos os produtos da Supermax Brasil e entre em contato agora mesmo com uma de nossas vendedoras para fazer seu orçamento.