fbpx

Coronavírus

Esta postagem foi feita em fevereiro de 2020 e pode conter dados desatualizados.

O coronavírus trata-se de uma família de vírus que ataca o sistema respiratório de seres humanos e animais, conhecido desde os anos 60.

Contudo, o novo coronavírus (nCoV-2019) foi descoberto no fim de 2019, infectando milhares de pessoas.

Qual a origem do vírus?

Os primeiros relatos aconteceram na cidade de Wuhan, China, em 31 de dezembro de 2019. Segundo informações divulgadas pela TV chinesa, são 24.363 mil casos confirmados e 491 mortes no país chinês (dados até 05 de fevereiro).

Em 24 países, são mais de 182 infectados e uma morte confirmada, nas Filipinas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), dados divulgados no dia 03 de fevereiro, segunda-feira.

No Brasil, 13 casos são investigados e 16 foram descartados, mas nenhum confirmado até esta manhã de quarta-feira (05/02). Os casos investigados estão nos estados do Rio grande do Sul (4), Santa Catarina (2), São Paulo (6), Rio de Janeiro (1). Mesmo sem casos confirmados, o governo brasileiro declarou emergência e enviou ao Congresso projeto de lei para regras de quarentena para brasileiros que voltarem da China.

Como ocorre a contaminação?

A transmissão pode acontecer pelo ar, tosses ou espirros, objetos ou superfícies contaminadas. Transmissão através do contato pessoal, pode ocorrer com pessoas que estiveram diretamente com contaminados, como profissionais da área de saúde e familiares que cuidaram dos doentes.  

O vírus pode ficar incubado de 2 a 14 dias, período no qual aparecem os primeiros sintomas.

Sintomas

Os sintomas apresentados podem parecer com um resfriado, como febre, tosse, problemas respiratórios ou, em casos mais graves, como pneumonia, infecções nas vias aéreas e insuficiências respiratórias agudas. 

Prevenção

Cuidados básicos como:

  • Higienizar sempre as mãos;
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal;
  • Fazer o uso de lenços descartáveis;
  • Evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas da doença.

Essas medidas também ajudam a evitar a propagação de outras patologias.

Fontes:

Países com casos confirmados segundo a OMS (03/02/2020): http://plataforma.saude.gov.br/novocoronavirus/

Ministério da Saúde https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus

http://plataforma.saude.gov.br/novocoronavirus/

Plataforma IVIS – Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde http://www.saude.sp.gov.br/resources/cve-centro-de-vigilancia-epidemiologica/areas-de-vigilancia/doencas-de-transmissao-respiratoria/coronavirus.html