Segurança para manicures: a importância do uso de materiais descartáveis

As unhas são portas de entrada para várias doenças, por isso o uso de luvas descartáveis é essencial na segurança para manicures.

Retirar as cutículas deixa as unhas desprotegidas, e elas acabam virando porta de entrada para várias doenças. Muitas manicures fazem as próprias unhas, e quando tiram as cutículas de clientes e acontece um sangramento, podem se contaminar se estiverem sem luvas.

A enfermeira Andreia Schunk, do Hospital Emílio Ribas em São Paulo, notou que muitos casos de hepatite B e C eram de profissionais da área de beleza. Resolveu investigar e descobriu que 1 em cada 10 profissionais, em cerca de 100 salões de beleza de São Paulo, estava contaminada.

O estudo teve início em 2005 e foi concluído em 2009, virando tese de doutorado. A pesquisa teve grande repercussão e o Ministério da Saúde convidou Andreia para escrever uma cartilha especialmente para profissionais do setor.

Confira algumas dicas aqui:

Para manicures

  • Lave as mãos antes e depois de cada cliente;
  • Use luvas descartáveis em cada procedimento;
  • Esterilize seus instrumentos em autoclaves, na temperatura indicada pelo fornecedor;
  • Exija a vacina contra a hepatite B.

Para clientes

  • Exija materiais descartáveis e o uso de luvas;
  • Leve sua própria toalha e materiais;
  • Certifique-se de que o salão segue as normas da vigilância sanitária.

Normas da Anvisa

Desde 2012 a lei 12.592/12 tornou obrigatório o seguimento das normas da ANVISA para proteção de cabeleireiros, manicures, esteticistas e clientes.

Entre as instruções, estão as seguintes:

  • Trabalhadores de salões de beleza devem receber equipamentos de proteção (óculos, máscaras, luvas e jalecos) de acordo com as funções exercidas;
  • Equipamentos e instrumentos devem ser disponibilizados em quantidade suficiente para atender a demanda do estabelecimento, respeitando os prazos de limpeza, desinfecção e esterilização.

A Supermax oferece uma ampla linha de luvas descartáveis, todas certificadas e que se adaptam às necessidades de todos os profissionais das áreas de beleza e saúde.

Confira aqui.

Fontes:

https://drauziovarella.com.br/mulher-2/as-manicures-e-o-risco-de-hepatites/
https://drauziovarella.com.br/mulher-2/como-evitar-o-virus-das-hepatites-na-manicure/
http://blog.carreirabeauty.com/lei-anvisa-regras-para-saloes-de-beleza/#.WUp7zGjyuUk