Silicones de adição x luvas de látex

Silicones de adição não combinam com luvas de látex. Entenda o motivo e quais as alternativas para o manuseio com segurança.

Na saúde, na natureza e na culinária, alguns elementos não se dão muito bem juntos. É o caso de feijão com macarrão, de tempestade com praia, e de silicones de adição com luvas de látex.

Neste último caso, o problema é a polimerização.

Elemento fundamental na polimerização do silicone de adição, o ácido cloroplatínico exibe grande afinidade pelo enxofre. E essa afinidade faz com que o enxofre capture parte dos elementos químicos necessários para a polimerização do material.

As luvas de látex contêm dietil ditiocarbamato, substância que funciona como aceleradora do processo de vulcanização, além de agir como preservadora. E essa substância contém enxofre. Portanto, não se recomenda o contato do silicone de adição com as luvas de látex.

Caso ocorra, pode ser que o denso não polimerize, ou aumente muito o tempo intrabucal. Quando a reação completa não ocorre, as moléculas finais não são formadas corretamente e o molde poderá apresentar distorções.

Com o silicone fluido é a mesma coisa. Apesar das luvas não tocarem o fluido, que se automistura, o fio retrator sim. Você coloca o fio retrator usando as luvas de látex. E o fio contaminará o fluido com enxofre, justamente na área que entra em contato com o término do preparo.

E se não polimerizar corretamente, ocorrerão distorções e até ruptura, devido à baixa espessura na região.

Portanto, fique atento! Sempre que manipular silicones de adição ou fios retratores, utilize luvas de nitrilo ou de vinil, que são isentas de enxofre.

Confira aqui as opções de luvas da Supermax.

Fontes:

http://www.maisinfojcf.com.br/silicones-por-adicao-mantenha-longe-do-latex/